Conteúdo

O fenômeno Baader-Meinhof aplicado na publicidade atual

Esse aqui é um daqueles fenômenos legais para você explicar o funcionamento durante uma reunião com o cliente e ganhar pontinhos de autoridade. ⤵

O fenômeno Baader-Meinhof é uma ilusão de frequência. Ao tomar consciência de que um objeto existe, começamos a vê-lo com mais frequência em nossa rotina, independente da primeira instância, apesar de nada ter mudado.
Sabe quando você está pesquisando sobre um determinado local que quer viajar, e de uma hora para outra você escuta as pessoas falarem mais desse local? Ou quando você adota um vira-latinha cor caramelo e de repente percebe que existe um cachorro EXATAMENTE IGUAL a ele em toda esquina brasileira?

Esse é o efeito Baader-Meinhof.

O que acontece é que seres humanos são experts em notar padrões. A alguns desses padrões damos o nome de “coincidência”, que é um gatilho poderosíssimo para a tomada de decisão, pois ela direciona a sua atenção para um fator isolado da mera exposição (que já explicamos em outro post).

Acontece que essa ilusão sempre foi o objetivo dos anunciantes e os esforços de marketing sempre trabalharam para criar esse efeito nas pessoas. Antes da última década, no entanto, você não poderia pagar ativamente para conseguir esses resultados. Agora você pode!

Opções de remarketing e ultra-segmentação são uma maneira de emular o efeito Baader-Meinhof nos usuários. Utilizando técnicas simples, que estão disponíveis aí no seu gerenciador de anúncios, você consegue gerar a sensação de “coincidência” na sua audiência:

“Nossa, que coincidência! Uma promoção de passagem aérea bem quando eu estava pensando em viajar”

Viu? Na mosca!

O fator “coincidência” enriquece a sensação de segurança que o usuário tem ao se conectar com a marca, o que consequentemente aumenta a probabilidade dele gastar dinheiro com você.

E confirmando a profecia do fenômeno, quanto você aposta que nos próximos dias vai encontrar muito mais cachorrinhos caramelos por aí?

Talvez você também goste:

Leia mais