Conteúdo

Usando RPG como estímulo para criatividade

Buscar mecanismos que estimulem a criatividade é uma atividade humana constante. Não à toa, café, hipnagogia e remédios naturais se perpetuam pelos cursos de arte e pelas agências de marketing. Porém, uma das substâncias que mais funcionam comigo é o jogo de RPG.

RPG significa Role-Playing Game. Se trata de um jogo onde um narrador, também conhecido como Mestre, apresenta um cenário com o qual os jogadores irão interagir e enfrentar desafios. Porém, indo além de um bom jogo, é notável que o RPG também seja um gênero literário onde a obra é construída em conjunto.

Um dos cenários mais conhecidos é o Dungeons and Dragons (Senhor dos Anéis e Caverna do Dragão, para os “oitentistas” e “noventistas”). Esse mundo apresenta histórias em contexto medieval onde haverão desafios propostos pelo Mestre e pelos quais os jogadores devem passar.

Se ler um livro pode ser um bom estímulo criativo, escrever pode ser um estímulo ainda melhor. Ao jogarmos RPG, nós escrevemos uma história em conjunto com outros escritores enquanto enfrentamos desafios literários de autoria do mestre. O estímulo vem durante a superação desses desafios com o uso de sorte e criatividade.

O jogo de RPG, também chamado de “RPG de mesa” por causa da contrapartida eletrônica moderna, costuma ocorrer em sessões semanais ou quinzenais. Se torna um grupo social a ser construído com quem tu interagirás frequentemente. Sempre haverá um desafio novo. Tu te divertes e desenvolves a tua mente.

E tu, caro leitor? Tu já conhecias o RPG? Pensas em dar uma chance? Se tu já jogaste, que cenário foi? Conte-me alguma história tua! Assim como gosto de escrever, gosto de ler boas histórias.

Mais conteúdos:

Instagram | Facebook | Agência de Bolso | Linkedin

E-mail: ligandoonitro@gmail.com

Obrigado e até a próxima!

Talvez você também goste:

Leia mais