Conteúdo

Como matar a sua marca

O Dia das Bruxas é hoje e nada mais temático para esta data do que dicas de tipos de nomes que podem enterrar a tua marca. Com estas cinco dicas, a tua marca será tão invisível quanto um fantasma. Não quer ser? Então aprende aqui o que evitar.

Antes, lembra-te que também há uma questão de contexto. Mesmo para essas criaturas horripilantes que tem por aí, há exceções. Há casos que usaram essas fantasias e mostraram ser bons nomes de marca. Exceções que só magia braba invoca!

No portão do cemitério, quem vem nos receber não é o coveiro ou o revendedor de jazidos. Se trata do fantasminha camarada de quem todos gostam. Porém, nem todos percebem que já está morto desde há muito tempo e por isso nunca se livram dele. É o nome descritivo!

Teve uma falecida lancheria aqui na cidade que vendia pizza. E também vendiam lanches, então se chamaram Pizzaria & Lanches! Só que um dia quiseram ampliar para a la minuta e colaram um papel no cavalete para corrigir. Acabou ficando Pizzaria & Lanches & A La Minuta. Joga sal grosso!

Esqueçam o cemitério. Vamos abrir um túmulo ainda mais antigo. O tipo Nome Próprio merece um sarcófago em alguma pirâmide escondida do deserto. Se um dia essa estratégia de usar o próprio nome funcionou, só há muito tempo na história.

O pior é que geralmente esse sarcófago não é o do faraó no mercado. Lembra-te: o nome é para o cliente e o mercado, não para ti mesmo. Há diferenças entre o Fulano da Silva ou o Olivier Anquier abrirem um restaurante com o próprio nome. E mesmo assim eu teria críticas.

Vamos sugar todo o potencial da tua marca? Porque se for esse o objetivo, o monstro perfeito é o tipo de nome Sigla. Como um vampiro, esse tipo de nome absorve todo o teu posicionamento e digere em uma forma entediante.

O grande drácula aqui é a BMW. Apesar do nome da empresa, não escapa de ser um péssimo nome de marca. Nem quem tem BMW sabe o que significa BMW! Antes de ir ao Google, nós te revelamos: BMW é Fábrica de Motores da Baviera (Bayerische Motoren Werke).

O Freddy Krueger do naming é certamente as Piadas Internas. Nomes que só fazem sentido para os fundadores e, no máximo, os funcionários. Esse tipo de nome é o pior pesadelo, pois é como um monstro interno. Ele destrói a marca de dentro para fora.

Lembrando: é diferente de um nome inventado, obscuro ou de língua estrangeira. Esses nomes possuem significados que podem ser percebidos ou contados de diversas formas relevantes para o público. Uma coisa é Nike, a deusa da vitória. Outra coisa é o teu apelido de infância.

Relacionados à bruxaria diretamente estão os nomes Impossíveis De Se Pronunciar. Palavras que tu tens que tentar mais de uma vez são como amaldiçoar alguém. Podem ser casos de trava-línguas impossíveis, construções bizarras ou péssimas escolhas de palavras estrangeiras.

Uma área que está infestada desse tipo de nome é a de empresas que trabalham com língua estrangeira. Agências de tradução e cursos de idiomas adoram fazer isso. Há um esquecimento de que a pessoa só saberá alemão depois de terminar o curso. Pense no público alvo ou se a pronúncia é intuitiva o suficiente.

O Dia das Bruxas é um dia muito divertido de se comemorar. Assiste a filmes de terror, vai a festas a fantasia, curte essa data. Só não traz esses monstros horripilantes para a tua marca.

Caso queiras ser um Caça-Fantasmas, confira os nossos outros conteúdos. Eles trazem mais dicas de como evitar que a tua marca seja detonada pelo mercado como as criaturas enfrentadas pelos Irmãos Winchester. Te prepara!

Se ainda sim tu não conseguires acabar com esses monstros, conta com nossa ajuda através dos comentários, mensagens diretas ou e-mail:

Instagram | Facebook | Agência de Bolso | Linkedin

E-mail: ligandoonitro@gmail.com

Obrigado e até a próxima!

Talvez você também goste:

Leia mais