Notícia

Sem anúncios no Whatsapp no momento, diz Facebook

Parece que os principais planos de iniciar anúncios do whatsapp foi pausado e isto já foi excluído do código fonte do aplicativo recomente.Em um desvio de sua estratégia de monetização normal, o Facebook esta invertendo os planos de inserir anúncio na plataforma de mensagens Whatsapp.

Segundo Wall Street Journal, o Facebook está repensando sua abordagem ao Whatsapp como uma ferramenta de geração de receita:

“O WhatsApp, nos últimos meses, dissolveu uma equipe criada para encontrar as melhores maneiras de integrar anúncios ao serviço, segundo pessoas familiarizadas com o assunto. O trabalho da equipe foi excluído do código do WhatsApp, disseram as pessoas”.

Significaria que, embora o Whatsapp tenha mais de 1,5 bilhão de usuário, não estará contribuindo significamente para as receitas do Facebook.

O Facebook comprou o Whatsapp por US $19 bilhoes em 2014, com o objetivo de expandir seu império global.
Aproveitando a popularidade da plataforma, a fim de construir outro enorme pepeline de receita para a empresa.
Naquela época, o Whatsapp estava gerando certa de US $20 milhões por ano, cobrando sua taxa de US $1 em certas regiões, e foi removido 2016, que mais viam como parte de mudança maior em direção aos próximos planos de monetização do Facebook, ou seja nos seus fluxos de mensagens.

Mas monetizar as mensagens não são tão fácil, especialmente no Whatsapp, que há muito da privacidade do usuário em foco, principalmente pelas criptografias de ponta a ponta como sabemos que é o padrão.
Sem ao menos ter acesso aos dados detalhados dos usuários, fica difícil criar segmentação para um publico especifico, o Facebook não conseguiu estabelecer um caminho claro sobre isso.

Enquanto conflitos sobre os anúncios e segmentações levaram o fundador do Whatsapp, Jan Koum saiu do Facebook em 2018.

Após a partida de Koum, parecia que os anúncios do Whatsapp era inevitáveis. Em novembro de 2018, o Whatsapp afirmou que em breve permitira que as empresas comprassem anúncios dentro do status do Whatsapp, a variação de historias da plataforma.
Por fim, realmente arquivaram.

Conforme o WSJ :

“Por enquanto, o foco está nos recursos [que permitem] que as empresas se comuniquem com os clientes e organizem esses contatos”, disse uma pessoa familiarizada com o assunto. ”
Novamente entra em conflito com apresentação e abordagem do Facebook , que o Mark Zuckerberg descreveu em 2016.

Naquela época do ano Mark Zuckerberg descreveu um processo que segue para estabelecer 3 etapas para monetização:

  1. Construa um produto que as pessoas adoram
  2. Facilitar o comportamento orgânico dos negócios no aplicativo (gratuitamente)
  3. Prove caminhos adicionais para empresas que buscam expandir seu alcance e presença.

Esta atualização mais recente sugere que o WhatsApp continua travado na etapa dois, que era onde estava em 2016, e parece provável que ainda esteja parado por algum tempo. O foco logico, então, provavelmente estará no Whatsapp Pay e facilitará o comércio eletrônico no aplicativo. Em agosto, os relatórios indicaram que o Facebook estava em negociações com reguladores e potenciais parceiros de negócios na Índia e na Indonésia, a fim de facilitar a chagada do Whatsapp Pay nos dois mercados.

Somente nestas duas regiões o Whatsapp combinam 500 milhoes, neste sentido o Facebook provavelmente obterá o maior potencialde receita, no prazo imediato. Com base nisso, em junho passado, o Facebook adquiriu a plataforma indiana de comércio eletrônico Meesho , que conecta vendedores com clientes no WhatsApp, além de outras plataformas sociais.

Com a expansão do WhatsApp Pay e o investimento expandido em provedores de comércio eletrônico como a Meesho, o Facebook ainda pode criar um ecossistema comercial mais amplo no WhatsApp e, eventualmente, gerar receita através de taxas de facilitação de pagamento ou opções de mensagens direcionadas de clientes anteriores que concordaram receber tal.

Não há muitas opções nos momentos a serem consideradas a esse respeito, e com o Facebook recuando em sua abordagem de publicidade tradicional pode sugerir que esta confiante do que essas alternativas acabarão se pagando significativamente. È não vai rolar, anúncios nos seu fluxos do Whatsapp que parece ser uma boa jogada no momento, e um que irá agradar os usuários do Whatsapp.

Esperamos que o Facebook amplie seu foco em pagamentos de comércio elétrico como resultado.

Baita conteúdo né, acho que agora da até para relaxar com um vídeo sensacional abaixo:

Talvez você também goste:

Leia mais