Notícia

Chineses estão usando aplicativos para evitar áreas infectadas com Coronavírus

Como forma de ajudar na prevenção e querendo evitar que mais pessoas sejam contaminadas, empresas de tecnologia criaram aplicativos de mapeamento que mostram as regiões que estão sendo mais afetadas.

A WeChat (o app de mídia social mais popular da China) e a empresa de mapeamento de dados QuantUrban, usam informações oficiais das áreas com casos confirmados e as mapeiam para que os usuários possam saber o quão perto estão dessas áreas  – e voluntários/usuários também estão contribuindo para manter os mapas atualizados.

Enquanto o mini-programa da WeChat, chamado “YiKuang” (ou “Epidemic Situation”) cobre as cidades do sul de Shenzhen e Guangzhou, os mapas da QuantUrban também cobrem nove outras cidades na província de Guangdong.

A ideia é que com  a informação no mapa, as pessoas possam perceber de forma mais intuitiva como as áreas com epidemia estão distribuídas. Apesar do uso do aplicativo não ter como evitar que novos casos ocorram, os usuários podem evitar áreas com maior risco de contaminação, ou então, sabendo que há infectados por perto, podem tomar medidas para serem extra cuidadosos.

A mídia estatal CCTV e o jornal oficial do governo “People’s Daily” também aprovaram programas que ajudam os usuários a rastrear se um ônibus, trem ou avião em que viajaram também foi usado por um paciente infectado. Permitir dicas através do WeChat e outras plataformas é uma das várias medidas que as empresas de tecnologia e autoridades estão tomando para impedir a disseminação do Coronavírus, que tem infectado milhares de pessoas e já tirou a vida de algumas centenas :/

Fontes: NBC e SCMP (South China Morning Post)

 

Talvez você também goste:

Leia mais