Notícia

Clubhouse Payments – primeiro recurso de monetização para criadores

Esse é o primeiro processo de pagamento direto do aplicativo, lançado ontem, que permite que os anfitriões recebam pagamentos dos usuários.

O Clubhouse explica: “Hoje, estamos entusiasmados por começar a lançar o Payments – nosso primeiro recurso de monetização para criadores no Clubhouse. Todos os usuários poderão enviar pagamentos hoje, e lançaremos a capacidade de receber pagamentos em ondas, começando com um pequeno grupo de teste hoje. Nossa esperança é coletar feedback, ajustar o recurso e implementá-lo para todos em breve”.

Ou seja, o processo permitirá que usuários transfiram fundos para criadores.

Para tal, basta ao usuário acessar o perfil desejado e tocar no prompt ‘Enviar dinheiro’ na parte inferior da tela (como pode ser visto na imagem acima). O Clubhouse irá transferir, pelo menos por enquanto, 100% de qualquer pagamento ao criador. E claro, para facilitar o processo, será necessário cadastrar um cartão de crédito ou débito.

Especialistas entendem que esse é um passo importante para o Clubhouse manter seus principais broadcasters ativos e se manter relevante, já que novas opções de plataformas de áudio continuam crescendo (a exemplo do Spaces do Twitter, que está, inclusive, se movendo rapidamente para estar disponível para Android e desktop; e Facebook e LinkedIn também estão trabalhando nas suas alternativas de áudio).

Além disso, já há sinais de que o aplicativo está perdendo força. Por exemplo: no início de janeiro o Clubhouse estava classificado em 33º na tabela de download de aplicativos gratuitos do iPhone, agora caiu para 278º – e continua caindo.

Entende-se que pelo menos em parte, essa queda pode ser atribuída ao acesso limitado do aplicativo, devido à sua abordagem somente para convidados – essa que foi uma das principais forças do Clubhouse, mas pode ser também sua principal fraqueza. Os convites geraram um buzz, com muitas pessoas querendo acesso ao app, ansiosas para participar. Mas agora, restringir o público do aplicativo dá espaço aos concorrentes explorarem.

Plataformas como Twitter, Facebook e LinkedIn já têm muito mais usuários. Se o Twitter ainda conseguir, por exemplo, lançar o Spaces para Android antes do Clubhouse, sua ferramenta vai se conectar com muito mais usuários que estarão alinhados ao Spaces como sua opção social de áudio. Afinal, a pergunta que está no ar é: “Por que transmitir para uma pequena parte do seu público, quando você pode alcançar muitos mais?”

É por isso que especialistas afirmam que deve ser cada vez mais difícil para o Clubhouse manter seus usuários por perto, e também por isso que precisa de opções de monetização como essa, para manter seus principais anfitriões. Além disso, só o tempo dirá se a plataforma continuará sendo relevante.

 

Anúncio oficial: Introducing Clubhouse Payments

Fonte: Social Media Today

Talvez você também goste:

Leia mais