Notícia

Facebook atualiza sua visão geral das diretrizes de verificação para Facebook e Instagram

Primeiro, o Facebook esclarece o que sua marca de verificação representa:

“Basicamente, a verificação é uma forma das pessoas saberem que as contas notáveis que estão seguindo ou pesquisando são exatamente quem dizem ser. É uma maneira de as pessoas saberem quais contas são autênticas e notáveis. Os selos de verificação não são um endosso da nossa parte, nem os consideramos um símbolo de importância”.

Com isso em consideração, a empresa forneceu uma nova visão geral de sua abordagem de verificação e quem, exatamente, se qualifica para receber o selo azul em seu perfil.

Abaixo os termos básicos para se qualificar para verificação no Facebook e/ou Instagram:

– Sua conta deve representar uma pessoa real, empresa ou entidade registrada

– Sua conta deve ser a presença exclusiva da pessoa ou empresa que representa. Entidades notáveis (por exemplo, animais de estimação ou publicações) também são elegíveis

– Apenas uma conta por pessoa ou empresa pode ser verificada, com exceções para contas em idiomas específicos

– Sua conta deve ser pública e ter uma biografia, foto de perfil e pelo menos uma postagem

– Sua conta deve representar uma pessoa, marca ou entidade bem conhecida e altamente pesquisada.

Ou seja, embora você possa ser um influenciador em sua comunidade, ou possa ter construído uma forte presença na mídia social, os qualificadores “bem conhecido” e “muito pesquisado” explicam um pouco mais sobre de quem se qualifica ou não.

Então apenas ter um grande público não é sinônimo de elegibilidade para o selo azul. É preciso ter um nível de presença na mídia ou status.

Porém, o Facebook adicionou algumas considerações adicionais:

“Verificamos contas que aparecem em várias fontes de notícias. Não consideramos conteúdo pago ou promocional como fontes de notícias. No Instagram e no Facebook, recentemente expandimos nossa lista de fontes de notícias para incluir veículos mais diversos, incluindo aqueles da mídia Black, LGBTQ +, Latinx adicionais e incluindo mais veículos de todo o mundo, por exemplo”.

A empresa também esclareu algumas questões sobre o que acontece depois que a verificação é aceita:

Começando pelo que ela não oferece – alcance ou prioridade extra: “Ser verificado não significa que seu conteúdo seja favorecido por nossos sistemas em termos de onde seu conteúdo é exibido”.

Claro, a maioria das pessoas verificadas são famosas, então seu conteúdo acaba aparecendo com mais destaque por causa dos sinais de engajamento. Mas o Facebook afirma que não dá a essas contas nenhuma prioridade extra na classificação.

Contas verificadas também não podem alterar o nome de suas contas ou transferir essa verificação para uma pessoa ou entidade diferente, e o Facebook disse trabalha para detectar aqueles que vendem contas verificadas para outras pessoas.

Sobre os benefícios, é sabido que o selo oferece um nível extra de garantia, mas além disso a empresa adiantou que está trabalhando para tornar a marca de seleção mais visível em toda a plataforma, tornando mais fácil identificar postagens e comentários de páginas e perfis notáveis.

Enfim, existem alguns requisitos bastante rígidos, mas são eles que fazem o selo de verificação ter o significado e valor que tem agora.

Mais sobre a abordagem de verificação atualizada do Facebook em:

Understanding Verification on Instagram

Understanding Verification on Facebook and Instagram

 

Fonte: Social Media Today

Talvez você também goste:

Leia mais