Notícia

Facebook está testando voltar a oferecer mais controle do Feed de Notícias aos usuários

Meta, a empresa-mãe do Facebook, disse ontem que está testando novas maneiras dos usuários personalizarem o conteúdo de seus Feeds. O teste está, inicialmente, disponível apenas para uma pequena porcentagem de usuários, e vai permitir que cada um ajuste suas preferências, para aumentar ou diminuir a quantidade de conteúdo que vê de amigos específicos, familiares, grupos e páginas.

Claro que isso depende da inciativa dos próprios usuários, mas um aspecto interessante da notícia de ontem é que o Facebook também está procurando tornar as opções de controle do Feed mais fáceis de encontrar, já que dados de mudanças anteriores mostram que muitas pessoas não alteram suas configurações, mesmo com motivos claros para o fazerem.

A forma como o Feed de Notícias apresenta o conteúdo foi alterada inúmeras vezes nos últimos anos, de uma forma ou de outra, representando o conteúdo que a empresa quer valorizar. Uma das últimas mudanças foi em 2020, quando a plataforma ajustou seus algoritmos para favorecer fontes de notícias mais confiáveis e de qualidade – só que essa versão foi revertida no final do mesmo ano.

Agora os usuários do novo teste poderão “diminuir o volume” de pessoas ou grupos específicos, se quiserem. No post do blog da Meta se lê que isso é “parte de nosso trabalho contínuo para dar às pessoas mais controle sobre o Feed de notícias, para que vejam mais o que querem e menos o que não querem”.

Além disso, mudanças nos controles de notícias para os clientes empresariais também devem acontecer, expandindo os controles de “exclusão de tópicos” para um grupo de teste de anunciantes que veiculam anúncios em inglês. Os anunciantes que tiverem interesse podem selecionar entre três grupos de tópicos – notícias e política, questões sociais e crime e tragédia – para que possam impedir que seus anúncios apareçam perto de postagens sobre esses tópicos.

Post no Blog Meta for Business: Mais controle para pessoas e negócios no Feed de Notícias

Fonte: The Verge e Social Media Today

Talvez você também goste:

Leia mais