Notícia

Facebook lança seu primeiro par de óculos inteligentes, em parceria com a Ray-Ban

Ontem, dia 9, a primeira versão de óculos inteligentes do Facebook foi colocada à venda. Criados em parceria com o conglomerado europeu de óculos EssilorLuxottica (empresa controladora da Ray-Ban), o acessório permite que os usuários ouçam música, atendam ligações ou capturem fotos e vídeos curtos – e os compartilhem nos serviços do Facebook usando um aplicativo complementar.

A linha de óculos, chamada Ray-Ban Stories, custa a partir de US$ 299 e a promessa é de que será possível encontrá-los em praticamente qualquer lugar em que Ray-Bans sejam vendidos (porém, inicialmente, apenas em alguns países).

“Temos orgulho do que conquistamos com Ray-Ban Stories e do que integramos ao design de óculos mais icônico do mundo. Junto com a EssilorLuxottica, focamos no design e só depois adicionamos a tecnologia que acreditávamos ser mais útil para as pessoas”.

Os óculos possuem duas câmeras frontais na armação, para captura de vídeos e fotos, que sincronizam com um aplicativo complementar chamado Facebook View, onde as imagens podem ser editadas e compartilhadas com outros aplicativos (não apenas no FB). Há um botão físico para gravação, mas também é possível usar comandos de voz para controlá-lo com as mãos livres.

Além disso, foram colocados alto-falantes em ambos os lados das hastes da armação, que podem reproduzir o som do aparelho pareado, permitindo que o usuário escute músicas ou atenda uma chamada sem precisar pegar o telefone. Na lateral externa de uma das hastes existe um touchpad que oferece controle de reprodução e volume.

Talvez o que mais esteja chamando a atenção é que eles se parecem com óculos normais.

Alguns outros detalhes sobre o acessório:

  • Esse primeiro modelo é focado na câmera e no áudio mesmo, não integrando informações nas lentes, que se sobreponham ao mundo real.
  • As câmeras possuem 5 megapixels
  • A memória do dispositivo pode armazenar cerca de 30 vídeos curtos, de 30 segundos, ou cerca de 500 fotos.
  • Para acionar as câmeras através da voz é só usar a frase “Hey Facebook” – a empresa explica que o assistente de voz só escuta essa frase quando ligado e que sua funcionalidade se limita a iniciar gravações.
  • Um ponto de luz branca acende para indicar que a câmera está ligada.
  • De acordo com o Facebook, os óculos levam cerca de uma hora para carregar totalmente e a bateria dura cerca de seis horas com uso intermitente.
  • Os óculos não foram projetados para molhar.
  • Existem 20 combinações de estilos, cores, tamanhos e tipos de lentes, escolhas que também vão alterando os preços.

Um fato interessante é que esses óculos não são um produto da marca Facebook, como o headset Oculus, de Realidade Aumentada. Aqui o Facebook está fornecendo a tecnologia e o software que impulsionam os óculos, enquanto a Ray-Ban supervisiona o design e a venda deles.

Os Ray-Ban Stories estão sendo vendidos inicialmente online e em lojas nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Itália, Irlanda e Austrália.

 

Página do Facebook sobre os óculos: Introducing Ray-Ban Stories: First-Generation Smart Glasses

Fonte: The Verge

Talvez você também goste:

Leia mais