Notícia

Facebook vai começar a reduzir o conteúdo político no Feed, começando pelo Brasil

A rede social anunciou hoje, quarta-feira, que começou a mudar seu algoritmo para reduzir o conteúdo político nos feeds de notícias dos usuários. Esse novo formato será testado com uma pequena porcentagem de usuários aqui do Brasil, assim como do Canadá e Indonésia – e será expandido para os Estados Unidos nas próximas semanas.

No anúncio, a Product Management Director da empresa, Aastha Gupta, escreveu: “Durante esses testes iniciais, exploraremos uma variedade de maneiras de classificar o conteúdo político nos feeds das pessoas usando diferentes sinais e, em seguida, decidiremos as abordagens que usaremos no futuro”.

Conteúdos políticos não vão desaparecer completamente do feed dos usuários pois o conteúdo de agências e serviços oficiais do governo estará isento da mudança de algoritmo (assim como as informações sobre a Covid-19 de organizações como a Organização Mundial da Saúde).

Além disso, no mês passado Zuckerberg disse que os usuários ainda poderiam discutir política dentro de grupos privados: “Eles podem ser maneiras pelas quais as pessoas organizam movimentos de base, falam contra a injustiça ou aprendem com pessoas com perspectivas diferentes, então queremos que essas discussões continuem acontecendo”.

Tornar o Facebook menos político pode ser uma forma de acalmar alguns ânimos e satisfazer críticos que alegam que a rede social aumentou a polarização partidária.

Mas a mudança também pode reduzir o tempo que os usuários passam no aplicativo, já que muitas das notícias mais engajadas no Facebook são políticas, e debates políticos intensos geralmente geram uso pesado e visitas repetidas, que são boas para os resultados financeiros.

No teste anunciado hoje, um modelo de machine-learning prevê a probabilidade de uma postagem ser política (seja por uma grande agência de notícias, um analista político ou um amigo ou parente), e postagens consideradas políticas aparecerão com menos frequência nos feeds dos usuários.

Ainda não está claro como o algoritmo definirá o conteúdo político ou o quanto as mudanças afetarão os feeds dos usuários, mas o Facebook garante que continuará refinando seu modelo durante o período de teste, para identificar melhor o conteúdo político – e se usará esse método no longo prazo. Outra dúvida é o que a empresa fará se perceber que a redução do conteúdo político também reduz o uso da plataforma pelas pessoas.

Anúncio completo: Reducing Political Content in News Feed

Fonte: The New York Times

Talvez você também goste:

Leia mais