Notícia

TikTok faz parceria para que criadores possam vender produtos diretamente no aplicativo

Numa nova integração com a Teespring, os criadores do aplicativo em breve poderão vender mercadorias diretamente para os fãs por meio do próprio TikTok. A parceria exclusiva começa em setembro.

No momento, a plataforma de criação de comércio Teespring está testando a integração com cerca de 7.000 criadores do TikTok nos Estados Unidos, que têm acesso ao beta privado. O CEO da Teespring, Chris Lamontagne, explicou ao The Verge que a integração permitirá que “os criadores criem seus próprios produtos na Teespring, enviem-nos diretamente para o TikTok e, então, os fãs poderão comprar produtos diretamente através do TikTok”. Alguns recursos e formatos ainda estão sendo ajustados, mas o objetivo é essencialmente criar uma funcionalidade de loja completa dentro do aplicativo de vídeos. Será a primeira vez que os criadores poderão vender suas próprias mercadorias diretamente por meio do TikTok.

A Teespring explicou que os criadores serão capazes de criar e projetar “a partir de uma escolha de 180 produtos diferentes, bem como a oportunidade de criar produtos sob medida que são completamente exclusivos para eles” – e, embora camisetas e moletons estejam disponíveis nesse “catálogo”, Lamontagne explicou que eles perceberam que, à medida que o comércio de criadores e o merchandising amadurecem, os produtos se tornam mais especializados: “Acreditamos, com base na tendência atual, que os itens que não sejam de vestuário estarão vendendo mais que as roupas no próximo ano. Organizar oportunidades de comércio realmente inteligentes é fundamental, então pode ser mercadoria física ou algo mais digital”.

A integração completa está programada para ser lançada em setembro, quando espera-se que alguns problemas com os critérios de elegibilidade do criador sejam resolvidos. De acordo com Lamontagne, há uma lista de espera de pessoas aumentando, e o objetivo é garantir que cada criador que queira vender mercadorias, possa fazê-lo. “Nós, como um coletivo, precisamos pensar sobre os criadores desta forma, onde eles têm fãs super engajados que os amam – já existe essa conexão”.

Fonte: The Verge

Talvez você também goste:

Leia mais