Notícia

TikTok pode se tornar a terceira maior rede social do mundo em 2022

Cálculos apontam que em 2022 o TikTok pode passar a ser a terceira maior rede social do mundo, atrás apenas do Facebook e Instagram. A previsão é da Insider Intelligence, que calcula que o TikTok alcançará 755 milhões de usuários mensais em 2022, após ver um crescimento de 59,8% em 2020, seguido por um crescimento de 40,8% em 2021.

O Facebook reportou 2,91 bilhões de usuários ativos mensais após um crescimento de 6% ano a ano. E recentemente, funcionários do Instagram vazaram que sua rede ultrapassou 2 bilhões de usuários mensais, um novo marco após os 1 bilhão de usuários mensais relatado em junho de 2018.

A Insider Intelligence, no entanto, usa um conjunto de cálculos um pouco diferente, e suas previsões são baseadas em suas próprias métricas. A empresa, por exemplo, só conta os usuários que se conectam pelo menos uma vez por mês de forma consistente durante um período de um ano e tenta eliminar as contas falsas de suas estimativas. O objetivo disso é fornecer aos clientes uma comparação mais consistente em todas as plataformas.

Então, de acordo com essas estimativas, o Facebook alcançará 2,1 bilhões de usuários mensais em 2022, seguido pelo Instagram com 1,28 bilhão de usuários e o TikTok em terceiro, com 755 milhões de usuários mensais, à frente do Snapchat e do Twitter:

O interessante é que outras empresas previam que a base de usuários ativos mensais do TikTok chegaria a 1 bilhão em 2021 (o que, apesar de seu crescimento acelerado, não aconteceu) e a previsão da Insider Intelligence é um pouco mais conservadora devido à sua metodologia. Ainda assim, ela espera que o aplicativo continue crescendo, ainda que a uma taxa mais lenta de 15,1% em 2022.

A analista principal da Insider Intelligence, Debra Aho Williamson, comenta: “A ascensão do TikTok é especialmente desafiadora para o Snapchat, com o qual compete frente a frente pelo público jovem. Embora o TikTok não compartilhe muita semelhança com o Twitter, seu enorme tamanho em relação à plataforma mais estabelecida é um claro reflexo da natureza viciante do conteúdo do TikTok”.

 

Fonte: TechCrunch

Talvez você também goste:

Leia mais