Notícia

WhatsApp Pay é anunciado oficialmente no Brasil

Agora é realidade! O WhatsApp anunciou ontem, 04, que a função de pagamentos no aplicativo está liberada entre pessoas físicas, permitindo que os usuários transfiram dinheiro dentro da plataforma:

O serviço não terá taxas (pelo menos não agora, entre pessoas físicas) e deve funcionar de forma tão simples quanto enviar uma foto – sim, no clipe onde se clica para enviar imagens, documentos e outros, agora também poderá se encontrar a opção “Pagamento”.

Ao anunciar a nova funcionalidade, a empresa explicou que o serviço será habilitado para usuários com cartões de débito, pré-pago ou o chamado cartão combo (que oferece a opção débito e crédito) do Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi e Woop Sicredi, com as bandeiras Visa e Mastercard. Não é possível usar cartões (só) de crédito para fazer as transferências.

Os usuários poderão enviar até R$ 1.000 por transação, com limite mensal de R$ 5.000, mas os bancos parceiros podem estabelecer um limite menor para transações, para aumentar a segurança, por exemplo. É possível fazer até 20 transações por dia e os pagamentos só poderão ser feitos dentro do Brasil, e em reais.

A empresa disponibilizou um tutorial de como cadastrar um cartão e começar a usar o WhatsApp Pay:

O serviço de pagamentos será disponibilizado gradualmente nas próximas semanas em todo o país, mas pessoas com a função já ativada poderão convidar amigos e familiares: “Uma conta habilita o serviço de outras automaticamente ao enviar uma transferência de qualquer valor. A partir daí, esse contato já terá o serviço automaticamente habilitado. Os bancos parceiros também podem convidar seus clientes para se inscrever e usar os pagamentos no WhatsApp”.

Lembrando que, nesse primeiro momento, os pagamentos são entre contas de pessoas físicas, mas a plataforma já adiantou que os pagamentos para empresas serão ativados no futuro.

O WhatsApp tem uma página com as principais informações sobre a nova função: Pagamentos no WhatsApp – Brasil

 

Com informações de: InfoMoney

Talvez você também goste:

Leia mais