Notícia

YouTube anuncia que vai esconder o número de dislikes

Num movimento para limitar os ataques de contagens negativas, o YouTube anunciou na última semana que está fazendo uma mudança na forma como os “não gostei” são exibidos nos vídeos, escondendo sua contagem.

Conforme explica o Head Creator Liaison do YouTube, Matt Koval: “Grupos de espectadores estão direcionando o botão de não gostar de um vídeo para aumentar a contagem, transformando-o em algo como um jogo com um placar visível, e geralmente é apenas porque eles não gostam do criador ou do que eles representam. Isso é um grande problema quando metade da missão do YouTube é dar voz a todos”:

A plataforma fez testes no início do ano, tornando privadas as contagens de dislikes, para ver se isso impactaria os ataques de antipatia coordenados, e isso de fato aconteceu: “Como parte desse experimento, os espectadores ainda podiam ver e usar o botão de não gostar, mas como a contagem não era visível para eles, descobrimos que eles eram menos propensos a direcionar o botão de não gostar de um vídeo para aumentar a contagem. Resumindo, os dados do nosso experimento mostraram uma redução no comportamento de ataque de aversão”.

Além disso o YouTube diz que também ouviu criadores menores e quem está começando, e que eles costumam ser o alvo desses ataques organizados.

Por isso, o YouTube tomou a decisão de ocultar a contagem de dislikes em toda a plataforma, “(mas o botão “não gosto” mantém-se). Os visitantes continuam a poder não gostar de vídeos e essa ação é utilizada para ajustar as suas recomendações pessoais. No entanto, os visitantes não poderão ver a contagem de não gostos”.

Várias plataformas que dispõe de alguma forma de demonstração de descontentamento podem, ou deveriam estar, de olho nesta ação do YouTube, afinal, não há dúvidas de que avaliações podem ser usadas para prejudicar criadores, marcas ou mesmo plataformas. Então será interessante ver se a remoção das contagens de “não gostei” em grande escala terá impactos verdadeiros a longo prazo.

O YouTube observa que os criadores ainda serão capazes de saber suas contagens exatas no YouTube Studio, então o elemento de feedback ainda estará acessível.

Fonte: Social Media Today

Talvez você também goste:

Leia mais