👉 Sabia que é possível aplicar uma das técnicas mais antigas dos bares e restaurantes, na área comercial da sua agência? 🍺💸🍺💸🍺💸 Você provavelmente já foi em um bar e ao pedir uma cerveja, o garçom te entregou um baldinho com gelo e 5 ou 6 garrafas, avisando que você só pagaria pelo que viesse a consumir. Certo?

Entregar um balde ao invés de uma garrafa pode aumentar em 3 vezes o consumo de bebidas. A técnica é velha, e bem manjada no meio. Mas você já parou para pensar que a estratégia mental por trás dela pode funcionar em outros meios?

No último ano, testamos esta mesma linha de raciocínio ao enviar as propostas comerciais da agência. Ao invés de orçarmos um ou dois ítens (que foram pedidos pelo cliente), passamos a orçar o “baldinho cheio”, com tudo que julgávamos ser necessário para melhorar a comunicação da marca (mesmo que estes ítens não tivessem sido pedidos). Com isso, conseguimos duas coisas: 1⃣ As empresas passaram a confiar mais na gente, enxergando mais inteligência no nosso processo. 2⃣ Aumentamos (muito) o nosso ticket médio, pois os clientes passaram a contratar serviços que eles nem imaginavam que deveriam ter.

Você já testou este tipo de abordagem com seus clientes? Se sim, como foi a aceitação? Conta pra gente! ⤵